Na área do Porto, uma equipa de 48 voluntários (colaboradores e suas famílias) participaram numa atividade de plantação do FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto – no Parque da Ciência, em Matosinhos.

 

Os colaboradores da DHL foram acolhidos pela equipa do FUTURO e da Câmara Municipal de Matosinhos no Parque da Ciência - um aterro sanitário selado onde se está agora a criar um parque que promova a biodiversidade. Após a contextualização e boas vindas, o grupo foi subdividido em 4 equipas.

Cada equipa tinha a missão de plantar 50 árvores ao longo da manhã. Um grande desafio, já que plantar uma árvore requer um conjunto de operações sequencial e detalhado, tal como foi explicado por cada uma das Monitoras. Cada grupo rapidamente se organizou e iniciou trabalhos. As pessoas com mais força ou experiência com sacholas e pás abriam as covas; eram seguidas por várias equipas que plantavam e instalavam o tutor e protetor individual. Como as peças de um puzzle, todos encontraram o seu papel nesta missão conjunta. Mesmo os mais pequenos puderam participar ativamente nas tarefas.

 

Ao longo da manhã foram plantadas 200 árvores autóctones – medronheiros, macieiras-bravas (Malus sylvestris), carvalhos-alvarinho e sobreiros – pelas quatro equipas. Estas árvores, quando adultas, removerão da atmosfera 1 tonelada de CO2 por ano. É um modesto contributo para o objetivo global da DHL de compensar todas as suas emissões em 2050 e de plantar 1.000.000 de árvores por ano até 2025, mas é um passo. E ao associar-se ao FUTURO a DHL tem a garantia da adequada manutenção das árvores ao longo do tempo.