O associado Secil, empresa cimenteira portuguesa, decidiu proativamente doar 350 toneladas de cimento para auxilio às vitimas dos violentos incêndios deste Verão, que serão distribuídas à população através das Câmaras Municipais dos concelhos mais atingidos.

 

O cimento é um bem essencial à segurança, conforto e património das populações e, em caso de calamidade, essa necessidade é ainda mais evidente. Com centenas de habitações, instalações agricolas, equipamentos públicos e edificios industriais para recuperar, a Empresa decidiu intervir, fornecendo o seu produto.

 

A Secil informou os Presidentes de Câmara que os 8 800 sacos de 40 kg de cimento se encontram disponíveis para levantamento, em quantidades predefinidas para cada uma das Autarquias, na Fábrica Maceira-Liz (Leiria) para os municipios de Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pêra, Alcobaça, Marinha Grande e Mação e no Entreposto Ferroviário de Mangualde para as restantes 18 Autarquias: Oliveira de Frades, Vouzela, Tondela, Mangualde, Nelas, Gouveia, Seia, Oliveira do Hospital, Arganil, Tábua, Carregal do Sal, Santa Comba Dão, Mortágua, Penacova, Vila Nova de Poiares, Góis, Pampilhosa da Serra e Lousã.

As Autarquias são responsáveis pela distribuição local dos sacos de cimento às entidades ou familias com maiores necessidades de reconstrução.